# 25

Quando estava doente, J. contactava com o seu guia espiritual e pedia-lhe ajuda.

 

O problema era que o seu guia tinha morrido já há muitos anos.

 

Mas J. não se atrapalhava. Com o tempo, tinha desenvolvido uma espécie de capacidade mediúnica e conseguia falar com ele.

 

E então ele dizia-lhe, por exemplo, vai ter com o teu médico e diz-lhe que deve ser da bexiga.

 

Ele ia ao médico e explicava que andava com dificuldade em iniciar a micção, ardor a urinar e outras queixas urinárias.

 

E não é que o médico, entre outras coisas, lhe pedia mesmo uma ecografia da bexiga?! Claro que isso dava credibilidade ao guia.

 

Passou a consultá-lo mais amiúde, não só para ele, mas também para alguns familiares, vizinhos e amigos.

 

Quando descobriu um alto na virilha, que desaparecia quando se deitava, comunicou com o guia que lhe disse que era uma hérnia.

 

O médico confirmou.

 

Quando viu as pequenas vesículas todas alinhadas, acompanhadas de dor intensa, na região intercostal, falou com o guia que lhe disse tratar-se de zona.

 

O médico confirmou.

 

A pouco e pouco, passou a consultar o guia, em vez do médico, até que deixou de ir ao médico.

 

É por isso que não sei como acabou esta história.

publicado por artur às 17:48 | link do post | comentar