# 41

Tinha pouco mais de 30 anos, era tímido e não tinha namorada há alguns anos.

 

Veio queixar-se de algo inesperado: sempre que se masturbava à noite, não conseguia dormir depois.

 

Incrédulo, estive quase para lhe sugerir que se masturbasse só de manhã, mas confesso que tentei ignorar o sintoma e integrá-lo num panorama mais vasto de astenia, sintomas depressivos e tal e coisa.

 

Mediquei com ampolas bebíveis.

 

O placebo do costume.

 

Voltou passado um mês.

 

Tinha piorado: agora, sempre que se masturbava, ficava duas noites sem dormir.

 

Meio a brincar, sugeri-lhe uma namorada.

 

Riu-se.

 

E depois, não ficaria todas as noites sem dormir?...

publicado por artur às 19:03 | link do post | comentar